1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

História de Lambari

Conhecida pelos turistas, a cidade de Lambari apresenta uma natureza belíssima, construções fabulosas e atrativos culturais. Suas fontes de água mineral são uma opção para banho e para saborear águas minerais de diferenciadas.

O cartão de visita da cidade é o majestoso cassino do Lago, edificado no início do século. Construção audaciosa, com ares medievais e decoração feita por artistas japoneses, a beleza do cassino é realçada pelo lago Guanabara, com suas duchas cristalinas. Além do Parque das Águas, com suas fontes de águas medicinais de grande potencial terapêutico, a cidade conta, ainda, com um amplo parque público que tem piscinas, duchas, lago com uma ilha e bosque.

Conheça a história da cidade...

Fotos Antigas 14

A cidade de Lambari se localiza no sul de Minas Gerais, integrando o circuito das águas mineiro. As águas minerais foram descobertas em 1780 pelo fazendeiro Antônio de Araújo Dantas quando, aos pés da serra que separa a estância de sua vizinha Campanha da Princesa (atual Campanha), encontrou nascentes em terrenos que havia comprado. Entre 1830 e 1832, a Câmara de Campanha desapropriou uma área de doze alqueires dos herdeiros de Antônio de Araújo para executar obras de proteção das fontes.

No local foram construídas uma capela dedicada à Nossa Senhora da Saúde e casas para quem buscava cura nas "águas santas". O povoado foi distrito de Campanha até 1901, quando é fundado o município de Águas Virtuosas, mais tarde, Lambari.

A cidade foi planejada na virada do século pelo político e escritor fluminense Américo Werneck (1855-1927), então recém exonerado do cargo de prefeito de Belo Horizonte. De nobre estirpe, sonhou alto e conquistou muito apoio para financiar sua ambiciosa empreitada de construir uma cidade planejada, com parques, mirantes, modernas edificações públicas, ruas largas, um enorme lago artificial - onde então só se viam depressões irregulares - e para coroar a majestosa obra, um magnífico palácio barroco defronte o novo corpo d'agua, para sediar o governo de um novo estado que pretendia fundar no sul das Minas Gerais que, segundo diziam, abrangeria diversas estâncias, desde Caxambu até a atual Poços de Caldas.

Fotos Atuais 06